download.jpg
unnamed.jpg
unnamed.png

REGULAMENTO    NACIONAL

DE  CRAWLER

A R M A V

 

1. INTRODUÇÃO

O presente regulamento é aplicáveis os testes específicos, como campeonatos, Regido ou Assunto da ARMAV, no escopo Nacional ou Regional, e pela EFRA e IFMAR na categoria Europeia e Internacional. Sua inscrição é obrigatória.

 

O que é um teste pontual?

É aquele que é comemorado ao longo de um dia ou dois, consistindo em um começo e um fim, extrair o vencedor dele.

 

 

Campeonato ou versão de teste de esteiras?

 

É aquele que consistirá em uma série de testes por não menos de 4 dias, durante todo o no ano atual, cada dia pode durar entre 1 e 2 dias; em cada teste, o 1,2 e o 3º lugar serão oficializados por categoria que será fazer parte da Classificação Geral, mas não será até o final do Campeonato, onde haverá apenas um vencedor, bem como segundo e terceiro lugar em cada classe. Sendo a forma de pontuação, a soma de todos os testes, defendendo a regularidade.

 

 

Campeonato de Julgamentos?

 

Ele consistirá em 5 a 10 testes desenvolvidos ao longo do ano em curso, que terão início e final no final do dia, dando uma pontuação com base na classificação final do mesmo de acordo com a tabela:

 

1 400 - 2 370 - 3 340 - 4 310 - 5 280 - 6 250 - 7 220 - 8 200 - 9 180 - 10 160 -11 150 - 12 140 - 13 130 14th 120 - 15th 110 - 16th 100 - 17th 90 - 18th 80 - 19th 70 - 20th 60 - 21st 59 - 22nd 58 - 23rd 57 24th 56…. 25 e +1

 

O piloto pode descartar 1 teste de sua escolha ou, se aplicável, o pior resultado de cada 5 disputados.

E a soma das melhores pontuações serão os vencedores do campeonato.

RECONHECIMENTO: Ao final dos Testes ou Competições, um Certificado Oficial de Acreditação será emitido ao vencedor como vencedor do referido campeonato, apoiado pela ARMAV.

Também pode ser adaptado e utilizado por grupos, clubes ou associações que assim o desejarem.

Este regulamento busca apenas unificá-los e simplificá-los em nosso país, para facilitar a competição por todos os níveis.

A competição será individual, a ordem de partida será por sorteio no primeiro teste e, nos seguintes, será por ordem Por outro lado, o último classificado será o primeiro a participar e o primeiro o último.

Não haverá limite no número de carros para competir, portanto, um motorista pode competir com mais de um carro por categoria.

Possivelmente competiremos em diferentes áreas com diferentes tipos de solo.

Recomendamos a todos os pilotos que ajudem com pelo menos vários tipos diferentes de pneus para se adaptar melhor ao terreno.

Em cada teste haverá um parque fechado, onde todos os veículos serão verificados antes de sua participação, não sendo possível acosse-os até a hora do teste.

Todo veículo terá uma folha de dados técnicos exclusivos para todo o campeonato ou teste, onde todas as especificações de veículo para o campeonato atual. Qualquer modificação feita, independentemente de estar sujeita a penalidade como não, que não seja previamente informada à administração, será penalizada.

Recomenda-se verificar previamente as baterias, tanto do veículo quanto do transmissor, a interrupção do teste por esse motivo será penalizado com a FIASCO.

 

2. CLASSIFICAÇÃO DO VEÍCULO

2.1 Estas regras são aplicáveis ​​às seguintes CATEGORIAS:

Classe C * 1.9 (Todos os veículos originais de fabrica **)

Classe A * 1.9 (todos veículos modificados)

Classe Aww * 1.9 (Todos veículos modificados, sem restrições, necessário para transportar material de resgate: guincho duplo frente/traseiro, 2 cabos, 2 placas (comprimento máximo de 15 cm) e picareta ou âncora)

Classe A * 2.2 (Wraith, R1, Yeti, Bombardeiro ou qualquer veículo com pneu 2.2)

Classe 2.2 * Super (inclui MOA ou similar)

* Em ambos os casos, a classe pode estar sujeita aos critérios da organização

** Jantes de alumínio, tampas e servos aprimorados serão aceitos (é proibido lastrar o carro)

E a toda essa categoria que a Organização achar necessária. (CC01, 1/16, 1/24 etc.)

 

Portanto, não haverá limite para:

2.2 Maneiras, altura ou largura.

2.3 Em tipo ou tamanho de pneu.

2.4 Na configuração de direção (2 ou 4 rodas, articulada ou independente).

2.5 Na carroceria (chassi completo do tubo é aceito).

2.6 Motor, sem escova ou escovado.

2.7 Servo de Direção

E não podemos esquecer que:

2.7 Apenas veículos com tração nas quatro rodas serão permitidos.

2.8 A carroceria deve ser a escala do veículo em sua categoria ou superior.

2.9 A carroceria pode ser cortada, mas pelo menos 70% dela deve permanecer, mantendo a largura da cabine original.

2.10 O corpo deve se parecer com sua forma original.

 

3. REGRAS GERAIS

3.1 O uso de todos os acessórios da balança será permitido para ajudar nos obstáculos que possamos encontrar, Tais como: ferros de areia, pneus sobressalentes, corda de arrasto, polia, baça, lingas, placas, guincho, cordas, palhetas, etc.

3.1.2 O uso desses acessórios não implica parar o cronômetro que continuará a contar.

3.1.3 Todo acessório utilizado deve retornar ao seu local de origem; em nenhum caso o veículo poderá atingir sua meta sem todos os acessórios com os quais inicio o teste.

3.1.4 Não será considerado “contato” tocar o carro para usar o guincho ou qualquer outro acessório.

3.2 É totalmente proibido tocar no carro com a mão, o que é um motivo de penalidade.

3.3 Para superar obstáculos, contaremos apenas com elementos naturais "in situ" ou qualquer dos nossos acessórios, é totalmente proibido adicionar qualquer outro elemento ou material natural.

3.4 O teste não será encerrado até que eles cruzem a última porta ou causem um fiasco no tempo.

3.5 Porta: Uma porta é usada para marcar um obstáculo na área e / ou para guiar o veículo através da área. Uma porta é composta por duas bandeiras ou meias bolas de tênis medindo entre elas não menos que 30 cm e não a mais de 55 cm da borda interna de uma bandeira até a borda interna da outra.

3.6 O veículo com a menor pontuação na soma de todas as zonas vence. (No caso de um empate de ponto, prevalecerá o menor tempo necessário para realizar os testes).

3.7 No final do dia, dentro de um período máximo de 48 horas, os pilotos serão informados de sua pontuação.

3.8 Somente no final do campeonato haverá um vencedor. Onde você receberá um Certificado Nacional Oficial indicando sua posição no Ranking e Categoria.

3.9 Será atribuído um tempo máximo a cada zona que seja suficiente e adaptado às dificuldades da mesma, após o que os motoristas que não completaram, receberá um FIASCO.

3.10 A pontuação e o tempo de uma área começam no momento em que qualquer parte do veículo passa pela porta de saída dessa área.

3.11 A pontuação e o tempo terminam no momento em que qualquer parte do segundo veículo atravessa a porta de partida dessa área.

3.12 As zonas não podem ser testadas. Os motoristas que fizerem isso receberão um FIASCO nessa área.

3.13 O uso de reboques será permitido.

3.14 Os pilotos podem fazer alterações na altura do veículo e no tipo de pneu entre os diferentes testes.

3.15 É obrigatório correr com um corpo, exceto os tubulares, que devem estar no nível da categoria ou superior, e os corpos podem ser originais ou feitos à mão.

3.16 Os veículos devem terminar a competição com a mesma distância entre eixos, largura, altura, tipo e medida de pneus que começaram.

3.17 No caso de um motorista não poder comparecer a nenhum dos dias do campeonato, seu carro pode ser pilotado por outra pessoa (Associado), desde que se comunique com no mínimo 48 horas antes do evento.

 

4. CONFIGURAÇÃO (SET UP)

Concederemos licenças ao preparar nossos veículos, para que seja permitido:

4.1 Dois motores por campeonato, entende-se que durante todo o campeonato, o piloto poderá usar 2 motores, mesmo que sejam os mesmos ou diferente, ou seja, podemos competir no primeiro teste com um 55T e um 35T no próximo. A mudança de Escovado para Brushless ou vice-versa não será permitido (acarreta uma penalidade).

4.2 Jantes e Pneus, durante todo o campeonato, será permitido trocar essas peças quantas vezes forem necessárias, sempre respeitando a categoria (1.9 ou 2.2) em caso de alteração, será necessário notificar a organização, a não comunicação, mesmo a alteração não ser penalizada será uma penalidade.

4.3 Servo de direção, teremos uma única mudança de Servo para melhorar seu desempenho, caso contrário, o servo pode ser alterado quantas vezes for necessário, desde que respeitemos o KG x cm2. A instalação de um BEC externo para alcançar um desempenho mais alto não estará sujeito a penalidade.

4.4 Qualquer modificação estética não deve ser penalizada, desde que esteja dentro dos limites do chassi, não podendo saliente o chassi por qualquer motivo, a mudança de carroçaria também será permitida, desde que o acima mencionado seja cumprido.

 

5. ORDEM DE SAÍDA

5.1 A primeira zona será premiada por loteria.

5.2 Nas zonas e dias seguintes, o melhor classificado será o último a sair e o último classificado o primeiro.

 

6. DISTRIBUIÇÕES, DESENVOLVIMENTO

PROJETO E ZONA

6.1 As bandeiras das portas podem ser metades de bolas de tênis.

6.2 Eles serão colocados no mínimo 30 cm e no máximo 55 cm entre eles.

6.3 (5-50) Portas por zona.

6.4 Um mínimo de 2 zonas em cada competição.

6.5 As portas muito próximas umas das outras devem ser distinguidas por cores ou marcas.

6.6 É totalmente proibido usar spray, ou qualquer tipo de tinta ou marca no chão, recomenda-se o uso CHALKS se necessário.

6.7 Em alguns casos, pode haver portas de bônus, o que aumentará a dificuldade do próprio teste, oferecendo a possibilidade de ser superado com um bônus máximo de (-3 pontos)

6.8 A duração dos testes, conforme indicado acima, será adaptada à dificuldade do teste.

 

7. SANÇÕES

7.1 Reverso: (Não penaliza)

7.2 Tocar ou mover uma porta (+1 ponto) é dado para qualquer toque intencional ou não intencional durante a corrida.

7.2.1 Se um veículo bater em uma porta, ele não poderá ser penalizado novamente na mesma porta, mesmo que toque várias vezes o mesmo e uma vez terminado, será considerado "morto" e não poderá penalizar o piloto.

7.3 Tocar no carro (+1 ponto) significa toque voluntário ou acidental do carro em qualquer parte do corpo.

7.4 Capotagem assistida: (+3 pontos *) Ocorrem quando o veículo capota e não pode ser colocado sobre as rodas, ajudando um ao outro por ação do juiz ou piloto. Se o veículo precisar de ajuda manual para substituí-lo, isso será feito pelo juiz no modo de dobradiça, ligando a mesmo eixo, à direita ou à esquerda e na orientação que permaneceu.

7.4.1 Se a rolagem for assistida e realocada graças à ajuda do Winch, ela não penaliza

7.5 Gorjetas NÃO Assistidas: (+1 ponto) Entende-se quando o veículo capota e por ação do piloto ou carro aleatório é novamente em suas 4 rodas.

7.6 Reparo: (+5 pontos) O reparo de veículos que não necessitam de ferramentas pode ser realizado (In Situ) sem nenhuma penalidade adicional, mas o tempo continuará correndo; se o motorista tiver que levantar o carro para o inspeção de danos deve notificar os juízes antes de fazê-lo. Se necessário, o uso de ferramentas será penalizado, reparos realizados em menos de um minuto pode ser feito no circuito, aqueles de mais de um minuto serão realizados fora do circuito em improvisados caixas se o reparo durar mais de 30 minutos, o piloto receberá um FIASCO (não concluído), se ele tiver uma pontuação a favor ou contra os pontos seria concedido.

7.7 Saltar um obstáculo ou tocá-lo pelo piloto: (+3 pontos) Entende-se como não fazer um obstáculo ou que o piloto toque por ação.

7.8 Fiasco (+20 pontos) para o piloto que aplicar um Fiasco na área, será penalizado com +20 pontos. Bom se o a soma acumulada das penalidades atinge +20 ou se o tempo estabelecido se esgotar.

7.9 Da mesma forma, os participantes que interferirem na decisão de um juiz estarão sujeitos a penalidade, sendo apresentado com (+1) ponto sempre que necessário.

7.10 Mudança de motor / acionamento (+10 pontos), a mudança para um motor / acionamento diferente da especificada em a ficha técnica ou não autorizada dentro do regulamento / instalação.

7.11 Troca de servo (+5 pontos), cada vez que é feita uma troca de servo que não corresponde à especificada na folha de dados / Configuração.

7.12 Falha em notificar a Organização de uma modificação antes de sua revisão, se é ou não penalizada (+3 pontos) separadamente de sua penalidade relevante, se você a tiver.

7.13 Ficar sem bateria, tanto no veículo como na estação. (+20 pontos).

 

Esclarecimento:

Uma vez penalizado o toque, nenhuma outra manobra na porta será concedida até que o veículo exceda a mesma.

Reparo é entendido como qualquer problema mecânico ou elétrico durante a execução do teste.

 

8. BÔNUS

8.1 Em nossos campeonatos, a estética será recompensada voluntariamente, sendo obrigatório exibir no mínimo 1 acessório que não fazem parte do carro no formato FACTORY, obtendo um bônus de -1 ponto por acessório e -5 pontos por 3 acessórios ou mais. Tem 3 ou 33 acessórios antes do início de cada teste, esses acessórios serão verificados para se qualificarem para o bônus oportuno.

8.2 Os acessórios são entendidos como:

1. Corpo rígido

2. Bestas: em um eixo e em ambos os eixos

3. Apoios para os pés de metal

4. Snorkeling

5. Pá, machado, macaco, ferramentas, chave Tamiya, palheta, tambor

6. Roda de reposição (apenas decoração)

7. Roda de reposição funcional

8. Guincho (apenas decoração)

9. Guincho funcional dianteiro, traseiro funcional, ambos

10. Luzes de qualquer tipo (devem ser funcionais durante o evento)

11. Corda de arrasto, polia

12. Pára-choques: dianteiro, traseiro, ambos (devem ser de metal)

13. Chassi do tubo, gaiola (deve ser de metal)

14. Barras de tejadilho, barras de rolo (devem ser de metal)

15. Espelhos, limpadores de pára-brisa (para cada casal)

16. Interior realista

17. rodas de metal realistas

18. Servo de direção montado no chassi

19. Placas de resgate ou escada de resgate 10cm + 3cm (2 unidades) (devem ser de metal)

20. Tubo de escape (metálico)

21. Piloto, co-piloto, ambos

22. Engate de reboque (metálico e funcional)

23. Qualquer efeito sonoro (funcional durante o evento)

 

Lembrete: todos os acessórios devem ser fornecidos em sua escala e cabe aos juízes conceder o Bônus

Número máximo de pontos dedutíveis -5

 

A pontuação será obtida em um programa criado para esse evento.

9.1 Os pilotos devem completar a corrida em um determinado horário pré-estabelecido pelo juiz principal; se um piloto não completar uma área em um determinado período de tempo, ele receberá um certificado da FIASCO.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now